Escolha uma opção
BOLETIM INFORMATIVO
26/07/2016
Maraú: a "Polinésia Baiana"

Maraú é um município do estado da Bahia, no Brasil.

Sua população estimada em 2013 era de 21 016 habitantes.

O topônimo "Maraú" deriva do termo tupi maíra 'y, que significa "rio do francês" ou "rio do homem branco" (maíra = francês ou homem branco, 'y = rio).

A cidade, inicialmente chamada de Mayrahú, tem sua origem numa aldeia indígena denominada Mayra. Foi descoberta em 1705 por frades capuchinhos italianos que lhe deram o nome de São Sebastião de Mayrahú. Em 1717, foi elevada a freguesia, e, em 1761, a vila e sede de concelho. Em 1938, tornou-se cidade.

Os padroeiros do município são São Sebastião e Nossa Senhora da Conceição do Cambuízo, que têm, como data festiva, 20 de janeiro e 8 de dezembro, respectivamente.

Com uma cultura riquíssima e quase totalmente preservada, essa cidade atrai cada vez mais turistas de todas as partes do mundo.

Chamada pela mídia de "Polinésia Baiana" devido à sua rara beleza e transparência de suas águas, Maraú possui belíssimas praias distribuídas entre seus vários povoados, além de dezenas de ilhas, cachoeiras, manguezais e quilômetros de Mata Atlântica totalmente preservados.

Seus povoados costeiros mais conhecidos são: Barra Grande, Saquaíra, Taipus de Fora e Algodões.

Maraú faz parte da Costa do Dendê, uma das regiões mais belas da Bahia. Lá, também, fica localizada a terceira maior baía do país, a Baía de Camamu, onde desagua o rio Maraú.

Recentemente, a Península de Maraú começou a ser descoberta por baianos e turistas. Os moradores mais antigos contam que Maraú já foi visitada até pelo escritor e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, autor de "O Pequeno Príncipe", que teria permanecido no povoado o tempo suficiente para ali manter uma residência. A importância da cidade de Maraú em séculos passados se revela hoje nos prédios de arquitetura antiga, inclusive alguns com características de estilo e gosto portugueses do século XVIII. Do mirante na cidade alta, consegue-se uma bela vista do estuário de Maraú e da cidade baixa, podendo-se observar a ampla área de feira e as embarcações no atracadouro. O coco, a piaçava e a madeira são os principais materiais para a confecção do artesanato da região. No município, também são cultivados seringueira, dendê (introduzido em fins do século XIX), cravo-da-índia, pupunha, cacau, guaraná e pimenta-do-reino. Uma feira livre movimenta a cidade aos sábados e a pesca é importante fonte de renda para a cidade. 

Como chegar

COMO CHEGAR

Barra Grande fica cerca de 62 km de Itacaré. Os principais acessos são a estrada de chão BR-030, que liga Itacaré ao município de Maraú, e a viajem de barco saindo do porto da cidade de Camamu.

TRANSPORTE AÉREO

O aeroporto mais próximo está localizado em Ilhéus (IOS). O aeroporto internacional mais próximo é o de Salvador (SSA). O aeroporto de Ilhéus atualmente é servido por voos diários das companhias TAM, GOL, AZUL e AVIANCA originários de São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Salvador.

Uma pista de pouso localizada perto da vila de Barra Grande permite receber aviões de pequeno porte. Taxis aéreos podem ser fretados no aeroporto de Salvador.

 TRANSPORTE DE BARCO

Uma opção mais rápida e fácil é através do porto de Camamu, onde há barcos que fazem o trajeto até Barra Grande em 1 hora e 20 minutos, e lanchas rápidas que fazem esse trecho entre 35 e 40 minutos. O local de embarque dos barcos em Camamu fica na Ponte Grande, proximo ao Mercado de Artesanto. O local de embarque das lanchas rápidas fica na Ponte Menor, próximo ao ponto de ônibus.

 VIA TERRESTRE

Não existem ônibus que fazem o trajeto até o distrito de Barra Grande. Quem viajar de ônibus deverá ir primeiro a Camamu e continuar de barco até Barra Grande.

Se sair de Salvador a opção melhor e mais rápida para chegar a Camamu é pegar o ferry boat até a Ilha de Itaparica e seguir de ônibus pela Águia Branca ou a Cidade Sol que operam de hora em hora neste trajeto. O preço da passagem está em torno de 30 reais e o tempo de viagem é de aproximadamente 4 horas. Os ônibus estão disponíveis no mesmo local do ferry boat, tornando a viagem mais rápida e menos cansativa.

Se sair de Ilhéus, a empresa Águia Branca têm dois ônibus diários diretos para Camamu. Se sair de Itacaré, a empresa Rota (tel: +73 3251-2181) tem ônibus de hora em hora para Camamu.

Veículo particular

Para quem vem de Salvador a melhor opção é pegar o ferry boat para Bom Despacho, na Ilha de Itaparica, e seguir pela BA-001 até Camamu. Daí duas escolhas são possíveis: contornar a Baía de Camamu continuando pela BA-001 e a BR-030 (estrada de terra) ou deixar o carro num estacionamento vigiado em Camamu e pegar um barco para Barra Grande (mais rápido).

Para quem vem de Ilhéus, o melhor caminho é pela rodovia BA-001 em direção a Itacaré e Camamu. O cruzamento com a BR-030 (estrada de terra) fica a 19 km depois de Itacaré.

Obs: Se optar por ir de carro até Barra Grande, o melhor é evitar a viagem em dias chuvosos, a estrada poderá estar em péssimas condições. Não é recomendado viajar com carro muito baixo pois há muitos buracos ao longo do caminho.

Em Camamu pode-se encontrar vários estacionamentos seguros para deixar seu carro e seguir de barco tranquilamente para Barra Grande.

O que visitar
Outros destinos
© 2015 - conhecoumlugar.com - Todos os direitos reservados.