Escolha uma opção
BOLETIM INFORMATIVO
26/07/2016
Bento Gonçalves: "Capital Brasileira do Vinho"

Uma região colonizada por imigrantes, em sua maioria italianos da região do Vêneto, mas com alguns integrantes de outras origens como alemães, franceses, espanhóis e polacos, desbravaram uma área ainda quase inteiramente virgem que veio a se chamar posteriormente Bento Gonçalves.

Isso só aconteceu em 1890, 45 anos após o fim da Revolução Farroupilha, quando o governo provincial decidiu homenagear Bento Gonçalves da Silva, principal líder da Revolução e por cinco anos presidente da República Rio-Grandense.

Ao longo de sua história, já foi conhecido como Cruzinha e Colônia Dona Isabel. 

Atualmente sua economia se baseia na produção de uva e vinho, no turismo e no setor moveleiro, sendo o maior polo moveleiro e um dos maiores polos industriais e turísticos do Brasil.

Mas o que chama a atenção para a cidade é o vinho.

Turismo

A cidade recebe, em média, 800 mil visitantes por ano. O turismo em Bento Gonçalves está intimamente ligado à produção do vinho. A grande maioria das vinícolas tem as portas abertas para visitação. A origem cultural também é atração. Os principais caminhos para passeio no município são o Vale dos Vinhedos, os Caminhos de Pedra, o Vale do Rio das Antas e o passeio de Maria Fumaça, que vai de Bento à Carlos Barbosa. 

Como chegar

De avião

O aeroporto mais próximo fica em Caxias do Sul, a 45 quilômetros. O aeroporto de Porto Alegre fica a 124 quilômetros

De Carro

Vindo de Porto Alegre, acesso pela BR-116, RS-122 e RS-470. Vindo de Caxias, acesso pela RS-453 e RSC-470

De ônibus

As empresas Itapemirim (http://www.itapemirim.com.br) e Penha (http://www.viacaopenha.com.br) têm ônibus partindo de diversas capitais do país com destino a Porto Alegre. A viação Unesul (http://www.unesul.com.br/) faz  a linha Porto Alegre x Bento Gonçalves

Circulando

A melhor maneira de circular por Bento Gonçalves é de carro - as principais atrações ficam afastadas do Centro. A RS-470 cruza a cidade. Por ela é fácil chegar aos distritos de Tuiuty (onde está a vinícola Salton) e Faria Lemos (sede da Dal Pizzol) e à chamada Estrada do Vinho (RS-444), que leva ao Vale dos Vinhedos. Quem está sem carro pode embarcar no tour de van. Ônibus não é uma boa: há poucos, com trajetos longos. O aplicativo Turismo Bento, disponível para iOS e Android, têm mapas com a localização das atrações.

O que visitar
Outros destinos
© 2015 - conhecoumlugar.com - Todos os direitos reservados.